sexta-feira, 14 de maio de 2021

Cate Blanchett, diva, faz 52 anos



Inacreditáveis 52 anos de vida, com 30 anos de carreira, com 11 indicações ao "Globo de Ouro" e 3 vitórias como melhor atriz, e com 7 indicações ao Oscar e 2 vitórias. Neste momento tem, pelo menos 6 projetos em andamento com essa diva do cinema. Essa mulher extraordinária é uma das nossas grandes divas do cinema, amada por todas e todos, e dona de um talento indiscutível. A australiana, mãe de 4 filhos, abraçou o movimento feminista que estremeceu Hollywood nos últimos anos e, tendo ela assumido que foi vítima dos abusos de Harvey Weinstein, tornou-se uma voz forte em nome das mulheres. Sua 1ª grande indicação as premiações veio, em 1999, por sua atuação no filme "Elizabeth", onde ela encarnou a rainha Elizabeth, filha de Henrique VIII com Ana Bolena, e a atriz abundou no papel que rendeu uma trilogia. Em 1999 foi indicada ao Oscar ao lado de Fernanda Montenegro. Em 2005, chegou seu aclamado reconhecimento, ao interpretar uma estrela de Hollywood, a atriz Katharine Hepburn, no filme "O Aviador", de Martin Scorsese, sobre 20 anos da vida de Howard Hughes, um apaixonado por aviação dos anos 30 e que também era apaixonado pela indústria cinematográfica. Por sua atuação, Cate Blanchett ganhou o Oscar de melhor atriz coadjuvante. A próxima indicação ao Oscar veio, em 2007, por uma atuação fascinante, no excelente filme "Notas Sobre Um Escândalo", onde Judi Dench vai "engolindo" Cate Blanchett, numa das melhores relações obsessivas que vimos no cinema nos últimos anos. Uma oportunidade arrebatadora essa de assistir essas duas atrizes juntas. Em 2008, Cate Blanchett foi quem mais encarnou Bob Dylan no filme "Não Estou Lá" e tal atuação lhe rendeu a indicação ao Oscar. Por fim, em 2014, ela venceu o Oscar de melhor atriz por uma atuação intensa no filme "Blue Jasmine", onde interpretou uma personagem que era um encontro da célebre personagem Blanche De Bois, da obra "Um Bonde Chamado Desejo", de Tennessee Williams; encontra desta personagem com Ruth Madoff, a mulher de Bernard Madoff, preso por fraudes milionárias da crise bancária americana de 2008; Cate Blanchett encarnava essa mulher falida em queda livre e o resultado foi fascinante. São muitos filmes importantes feitos por Cate Blanchett, como "Babel", onde foi carregada nas costas de Brad Pitt, em busca de atendimento, após ser atingida, numa sequência desesperadora. Ela foi também Galadriel, a rainha dos Elfos em "O Senhor Dos Anéis" e estará no filme "Nightmare Alley", de Guillermo Del Toro, além de estar em, pelo menos, mais 4 próximas produções. Vida mais que longa a Cate Blanchett, eterna!

5 anos de @canaismaiscinema

Um comentário: